O que nos fez decidir por trabalhar com a acessibilidade

Foto de uma criança lendo um livro em braille e cores do círculo do logo ED5

A lei de inclusão, vigente no Brasil desde 2015, exige que qualquer livro solicitado por um cliente com deficiência visual seja vendido a essa pessoa pelo mesmo preço e em tempo razoável, o que abriu oportunidade para novas demandas do mercado editorial. Uma outra importante oportunidade surgiu no mercado editorial educacional brasileiro, em 2018, quando os editais do governo passaram a exigir que os editores de livros didáticos também produzissem todos os títulos em braille. Acreditamos que é um direito humano fundamental para todas as pessoas terem a mesma oportunidade de acessar conhecimento, educação, cultura e entretenimento.

Acreditamos também que esta é uma ação fundamental para promover a autonomia e o desenvolvimento social dos indivíduos. Por outro lado, é também um desenvolvimento de mercado, que oferecerá aos VIPs não apenas os livros convertidos por instituições sem fins lucrativos, mas todos os títulos necessários e desejados por essa comunidade. A inclusão é exigida pelos direitos humanos básicos e para promover a igualdade social no mercado e desenvolver uma sociedade saudável. Ajudar outros editores a entender essa obrigação social e oportunidades de mercado é um ponto central em suas motivações.

Existem ainda equívocos sobre como abordar questões de acessibilidade e percebemos que são superados na convivência direta com as pessoas com deficiência. Também percebemos que a tratativa direta das questões da acessibilidade na superação dos desafios que a conversão e a produção dos materiais exigem, proporciona aos nossos colaboradores uma nova percepção e maior sensibilidade para o mundo acessível fora da empresa.


Planos relacionados à acessibilidade para o futuro.

Estamos desenvolvendo processos para produzir livros didáticos de Linguagem de Sinais e Design Universal. Há também investimentos no desenvolvimento de outras tecnologias de acessibilidade educacional – como o EDUPUB, como ferramentas educacionais acessíveis para o ensino da matemática. O objetivo maior é desenvolver livros e recursos educativos cada vez mais completos e universais.

Estabelecer a acessibilidade como uma característica comum na produção de livros para que qualquer pessoa com necessidade de conteúdo acessível possa comprá-lo em qualquer livraria pelo mesmo preço e, ao mesmo tempo, outros formatos sejam oferecidos aos leitores, bem como no próximo. biblioteca. Desenvolver processos mais produtivos e em grande escala que possam ajudar o mercado e as instituições a acabar com a fome e a engajar-se na produção "nascida acessível". É claro que o lado da distribuição também é central para a acessibilidade, portanto, ajudar os editores, livrarias e bibliotecas a incluir os metadados corretos e entender as necessidades dos VIPs nas ferramentas de acesso e leitura do site, são ações essenciais para atingir essa meta. Sendo os maiores produtores de livros acessíveis na América Latina, o ED5 quer ajudar outros países da América Latina a replicar e aperfeiçoar seus métodos para tornar o conteúdo "acessível".

Aprendemos que a produção de materiais acessíveis exige muito trabalho manual e esforços individuais. As instituições que atuam nesse segmento (da inclusão e acessibilidade) são bastante reservadas e produzem seus recursos, em geral, de modo restrito e limitado. Também há uma certa rejeição dessas instituições, em sua grande maioria filantrópicas, em aceitar a atuação de instituições do mercado nesse setor. Entendemos que as pessoas com deficiência representam um público com grande potencial consumidor. As pessoas com deficiência visual, por exemplo, leem até dez vezes mais do que a média das pessoas videntes.

sac@ed5.com.br | +55 11 3733-8956 | 0800 878 8325
Av. Paulista 171, 1º andar – Bela Vista – CEP 01311-000 – São Paulo/SP – Brasil | Rua Cincinato Braga, 122 – Bela Vista – CEP 01333-010 – São Paulo/SP – Brasil
© ED5. Todos os direitos reservados.

-->